Se Mourão for “exonerado e preso” cria-se o MITO – REUNIÃO DE CRISE em Brasília

Se Mourão for "exonerado e preso" cria-se o MITO – REUNIÃO DE CRISE em Brasília

"a última coisa que se deseja hoje é um líder carismático, um "salvador da pátria" que seja alçado ao poder pelo clamor das multidões."

Observem isso: Estadão, O Globo, Revista Sociedade Militar e DEFESANET, estes dois últimos são sites com viés claramente direitista e especializados em assuntos militares, com articulistas ligados às Forças Armadas, todos confirmam as declarações bastante fortes do General de Exército Hamilton Mourão sobre o fato do Exército já possuir um plano para tomada de poder em caso de fracasso do judiciário para o afastamento e prisão dos políticos envolvidos nas falcatruas que saquearam o país. Militares de BRASÍLIA alertam que nesse semana deve ocorrer uma reunião de emergência entre oficiais de alta patente.

O GLOBO disse que o militar deve ser punido e diz que a comunidade a qual MOURÃO pertence teria fornecido "torturadores". "Tal comunidade, que se estruturou depois do golpe militar de 1964, forneceu torturadores e assassinos que atuaram em defesa do regime durante seus 21 anos"

Sociedade Militar e DefesaNet não confirmam as declarações de O GLOBO – Noblat.

Após o episódio ha dois anos, quando o General Hamilton Mourão citou a presidente da república como uma “incompetência” que precisava ser descartada, a chamada Câmara Alta, o SENADO, registrou uma reclamação formal no Ministério da DEFESA, que gerou uma repreensão pública até então inédita contra um general de quatro estrelas. Veja abaixo, foi publicado pela revista sociedade militar.

Portanto, especula-se em BRASÍLIA que o militar pode ser enquadrado no Artigo 103 do Regulamento Disciplinar do Exército Brasileiro que proíbe que se critique autoridades superiores

“crítica a autoridades constituídas ou às suas atividades”

Mourão, segundo a fonte, pode ser enquadrado ainda no artigo 57 que fala sobe manifestar-se, publicamente, o militar da ativa, sem que esteja autorizado, a respeito de assuntos de natureza político-partidária e no artigo 58, que diz que é proibido tomar parte, fardado, em manifestações de natureza político-partidária. Outros itens foram mencionados, como a disseminação de boatos e notícias tendenciosas.

A imprensa está em polvorosa e, pelo que viu-se acima, O Globo e Folha ja "pediram a cabeça" de MOURÃO.

É incoerente acreditar que MOURÃO seria exonerado e preso. Hoje o General MOURÃO é um menbro do Alto COMANDO e pela sua própria postura tem entre certas parcelas da sociedade e até dentro do Exército mais status até que o próprio general Villas Bôas. Fala-se que se o militar for sumariamente exonerado ou censurado publicamente, além de ser um demérito para a instituição ALTO COMANDO,  pode-se estar criando um MÁRTIR, UM MITO, e assim podem ocorrer grandes manifestações em vários locais do BRASIL, o que seria prejudicial para o governo atual e para as próprias Forças Armadas, a última coisa que políticos desejam hoje é um líder carismático incorruptível, um "salvador da pátria" que seja alçado ao poder pelo clamor das multidões.

Referências: Punição de MOURÃO -Sociedade Militar

: O GLOBO NOBLAT

Observatório da REDE – Sempre atento