in , ,

Jornalista Belga abre o jogo sobre ataques a BOLSONARO e confirma que é tudo verdade.

Eu seu blog no medialpart o jornalista e cineasta Jawad Rhalib confirma a veracidade das informações e diz que tem a obrigação de preservar a fonte, que nesse caso é o nome de quem gravou a jornalista de O Estado de São Paulo

Tradução do texto postado pelo jornalista repudiando acusações de que foi uma reportagem falsa. Lembrando que ele colocou os áudios a disposição do púbico. em https://blogs.mediapart.fr

” Constança Rezende, como muitos jornalistas infelizmente, estão hoje a serviço de empresas de “difusão” da informação, cujo leitor, o telespectador é um produto simples, vendido aos anunciantes em busca de clientes. “Tempo do cérebro humano disponível”, nas palavras formulados em 2004 por Patrick Le Lay, então CEO da TF1 que estava vendendo, ele disse, a Coca-Cola “tempo cérebro humano.”

Nestes últimos dois dias, aproveitei para ler as reações um do outro. Muita informação falsa sobre o assunto, muitas fantasias. Eu nunca mencionei os nomes das pessoas que colaboraram comigo. Isso é chamado de “proteção de fonte”, de todas as pessoas que contribuem diretamente para a coleta, escrita, produção ou disseminação de informações, através de um meio, para o benefício do público.

Meu blog não envolve a responsabilidade editorial e legal da Mediapart, que me oferece um espaço de informação, debates, trocas e discussões, respeitoso da liberdade de expressão. A Mediapart disse no Twitter que a informação publicada em seu site era falsa, eu os convido a perguntar, a cavar como costumam fazer, antes de fazer tal julgamento, questionar nossa investigação e nossa integridade. Como eles podem alegar que minhas informações ou fontes são falsas quando não têm informações? Eles têm o direito de expressar sua solidariedade para com o jornalista em questão, mas não de questionar meu profissionalismo ou o da minha equipe. Isto acontece porque o artigo é, neste caso, favorecendo o Bolsonaro…

Alguns meios de comunicação brasileiros me acusam de publicar informações falsas, convido-os a perguntar com os interessados. Pessoalmente, eu apenas informei o público. Eu sou tão livre quanto Constança Rezende para publicar minha investigação com base em fatos reais e verificados, bem como em evidências físicas, como gravações de áudio. Eu não esperava esse aumento da mídia na twittosfera, mas isso prova que, todos os dias, o público forma opiniões, opiniões, pontos de vista, preconceitos, sobre seus parentes, vizinhos, sobre produtos vendidos. no supermercado, na política, na ecologia, religiões … no que lhe diz respeito de perto ou de longe. Em suma, podemos dizer facilmente que os jornalistas estão em toda parte à nossa volta. “

links  – https://www.sociedademilitar.com.br/wp/2019/03/urgente-ha-um-plano-para-derrubar-jair-bolsonaro-diz-washington-times.html

Terça Livre – https://www.tercalivre.com.br/urgente-jawad-rhalib-que-denunciou-constanca-se-manifesta-e-reafirma-a-veracidade-de-sua-materia/

https://blogs.mediapart.fr/jawad-rhalib/blog/120319/soyons-clairs

observatório da Rede

Compartilhe

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Written by Observador

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Loading…

0

Comments

0 comments

O antagonista faz a mesma coisa que acusa Bolsonaro e Terça-livre de fazerem

URGENTE – Vazam na VENEZUELA imagens que mostram que OSCAR PEREZ foi executado