in ,

General causa constrangimento com declarações sobre presídios  “Os presos de Hoje são os Homens LIBERTOS DE AMANHÔ

Texto do General Herbert Moura Rego

General causa incômodo como declarações sobre presídios  “Os presos de Hoje são os Homens LIBERTOS DE AMANHÔ

Texto do General Herbert Moura Rego com base em declarações feitas em evento militar, na presença de várias autoridades.

O estado brasileiro também é culpado quando ele deixa de intervir na criminalidade que acontece dentro dos presídios. Ora, todo mundo sabe, armas e drogas circulam livremente nas cadeias sob o nariz, sob o olhar do estado e com a conivência dos agentes prisionais.

As rebeliões, elas não são sequer investigadas, os agentes públicos sequer são punidos. Todo mundo sabe, cadeias são um antro de criminosos e todo mundo sabe, criminosos dos dois lados das celas, se é que vocês me entendem.

Os nossos presídios são masmorras, são depósitos de gente, são criadouros de criminosos se é que vocês me entendem. Como a gente pode ignorar as torturas físicas e psicológicas a que os presos são submetidos? Como ignorar a superlotação que desafia até as leis da física, fazendo caber 1000 pessoas em um espaço onde só caberiam 300? Como acreditar que de um ambiente insalubre, degradante e bárbaro como esse possa emergir um cidadão recuperado e pronto para voltar ao convivo social?

TESTE nação






 

Então não adianta fechar os olhos, não adianta fazer de conta que não é com a gente, que o problema não é nosso, porque é. Os presos de hoje são os homens libertos de amanhã e se o estado não ajudar a regenerar essas pessoas será pior pra todos nós.

Moura Rego /

Compartilhe

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Written by Observador

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Loading…

0

Comments

0 comments

Bolsonaro – irritado com a FAB – não foi ao EVENTO DE GALA na sexta-feira e esculachou brigadeiros na segunda

“Como ficam os MILITARES” com essa reestruturação? Pergunta deputada