Sem roupa lavada de graça / Capitão-presidente corta PRIVILÉGIOS DE GENERAIS

Com um capitão no comando o governo CORTA privilégios de generais

A questão da exploração e assédio moral contra militares das forças armadas feita por oficiais generais não é nova. Todos os militares sabem que sargentos que exercem funções de motoristas e taifeiros nas casas dos generais, almirantes e brigadeiros são usados para tarefas domésticas. Processos e mais processos se acumulam sobre esse assunto e foi preciso que um capitão assumisse o comando do país para que a coisa fosse tratada de forma mais contundente.

Dentro dos quartéis, como disse um site militar, os taifeiros sofrem com as brincadeiras sobre lavar cuecas de generais etc.

Muitos militares se sentem explorados, mas a questão tem um outro lado. Muitos acham cômodo servir a generais e suas madames, justamente porque estando a seu serviço ficam longe de escalas apertadas, serviço armado etc. E – obviamente – ao bem servi-los, sem reclamação, têm maior possibilidade de ser transferidos para vários locais do país acompanhando seus “patrões”.

Pelo que se sabe os oficiais generais normalmente não passam mais que dois anos em algum local.

A indenização por movimentação para um sargento normalmente é maior que 20 mil reais e é – todos sabem – uma das poucas formas de se conseguir um dinheiro extra enquanto na ativa.

Veja o texto do Ministro da Defesa, certamente por ordem do Presidente da República, proibindo o uso dos taifeiros como empregados domésticos de oficiais generais.

PORTARIA NORMATIVA N º 29/GM-MD, DE 3 DE MAIO DE 2019 –

O MINISTRO DE ESTADO DA DEFESA, no uso das atribuições que lhe são conferidas no inciso I do parágrafo único do art. 87 da Constituição, resolve:

Art. 1º As Forças Armadas são responsáveis pelo desempenho de atividades relativas ao serviço de taifa nas residências ocupadas por autoridades que exerçam de natureza política, de direção, chefia ou comando, sendo empregado em situações de cunho representativo, vedada a sua realização em atividades particulares. Parágrafo único. Atos dos Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica e do Secretário-Geral do Ministério da Defesa indicarão, no âmbito das orças Armadas e do Ministério da Defesa, respectivamente, as autoridades que detenham a prerrogativa do serviço de taifa a que se refere o caput.

Art. 2º O serviço de taifa prestado em residências oficiais possui natureza não regular e compreende as atividades de cozinha, de copa, de arrumação e de organização de eventos oficiais e serão cumpridas sem prejuízo de outras atribuições inerentes à condição de militar.

Art. 3º O serviço de taifa não poderá ser executado nos imóveis ocupados por autoridades no desempenho de função no exterior.

Art. 4º Esta Portaria Normativa entra em vigor na data de sua publicação.

Observatório da Rede

Compartilhe

Célio evangelista será o Jim Jones brasileiro? — “Celianos” – de intervencionistas desiludidos a fanáticos religiosos

O louco caso de Célio Evangelista e seus milhares de seguidores fanáticos.

É verdade que causa perplexidade saber que uma pessoa que se declara como um extraterrestre, como o novo João batista, como o presidente do país, mas nunca pisou no Palácio do Planalto, tem milhares de seguidores fanáticos.  Todavia, sabe-se que ha certa percentagem de pessoas que são mais susceptíveis à manipulação do que outras. Entre os fatores que causam isso pode estar a escolaridade baixa, tendências depressivas e até grandes desilusões causadas por decisões equivocadas, que geram o desejo de se deixar comandar, abandonando a responsabilidade por futuros erros cometidos. “Se der errado o culpado é o Célio, eu não tenho culpa”, dizem em seu subconsciente.

Antes de tratar a questão de forma lúdica, o que é quase inevitável, é preciso lembrar que várias tragédias ocorridas em tempo recentes tiveram como característica comum um líder carismático e um grupo de seguidores que obedecia cegamente a suas ordens, a ponto de chegar ao extremo de se suicidar após uma voz de comando.

Que o grupo dos “celianos” seja observado de perto para segurança dos próprios membros.

Antes eles acreditavam que Célio era um jurista extremamente capaz, com possibilidade de assumir a presidência da república por meio da justiça, até um coronel do Exército caiu em sua lábia. Depois de algum tempo Célio passou a dizer que assumira por meio da força, com a ajuda do Exército e por último ele se apresenta como o novo João Batista, aquele que precede a vinda do Messias. Célio se apresenta hoje como um extraterrestre que vai aplicar a “economia quântica” para resolver o problema do Brasil.

Todavia, talvez o que seja mais extraordinário nessa questão é o enorme numero de seguidores, que cresce a cada dia. Em pleno sec.XXI essas pessoas tem fé que o problema do Brasil sera resolvido por um extraterrestre-jurista-messias.

—– – —–

Dentre as inúmeras loucuras e paranoias coletivas que assolam nosso país nesses tempos difíceis uma delas merece destaque. Acompanhamos esse caso de perto e – quem sabe – em um futuro próximo, em tempos menos conturbados, ele nos sirva para um estudo mais  elaborado sobre dominação carismática e a infantilidade do brasileiro no que diz respeito a compreensão do quotidiano, a ponto de sermos facilmente ludibriados pelos mais diversos salvadores da pátria. Praticamente sem investimento esse senhor conseguiu dezenas de milhares de súditos, imagine se fosse um milionário, se investisse dinheiro em mídia! Levaria essa ilusão ate onde? 

Um homem idoso, que se diz autor da Constituição federal de 1988, mesmo que nesta não apreça seu nome em nenhum local, conseguiu arregimentar um exército virtual de milhares de pessoas. Mas, pasmem, o exército não se limita às redes, essas pessoas quando convocadas comparecem aos eventos.

Com seu linguajar repleto de palavras difíceis, nem sempre conectadas umas as outras da forma correta, Célio Evangelista consegue transmitir as idéias que satisfazem o desejo de muitas pessoas, diz que as Forças Armadas estão sob o seu comando e que junto delas vai prender e julgar todos os políticos corruptos do país.

Célio tem alguns auxiliares diretos, um deles diz ser sargento, é bruto e ameaça aqueles que dizem que é tudo uma farsa ou ousam desobedecer alguma das regras de convivência da comunidade “celiana”, outro dos auxiliares tem fala mansa, assina como Franklin Mgng. Com um sotaque estranho Manging faz o tipo de um religioso muito estudado, raramente fala coisa com coisa. Mas, entre algumas verdades básicas enfia os absurdos “celianos” na mente dos seguidores neófitos.

Abaixo um de seus áudios

Em um de sus últimos vídeos, divulgado pelo site Observatório da Rede em 26 de março, Célio Evangelista diz que é um extraterrestre, que vê as coisa de fora e por isso teria uma visão melhor de tudo. Este que vos escreve ingressou por meio de convite de um membro, em um grupo de whatsapp que agrupa a ‘cúpula Celiana”. O que foi possível constatar é que a maior parte acredita que o idoso é uma espécie de João Batista, que o mesmo precederá a chegada do Reino do Messias aqui no Brasil.

Abaixo declarações colhidas durante a “estadia” no grupo de seguidores mais próximos de Célio Ferreira, aqueles que “vão ate o fim”, como se autodenominam.

“O surgimento de um novo João Batista, (Dr. Celio Ferreira) constituído pelo Povo no Poder, como Interventor Presidente Interino do Brasil, durante a fase de transição da velha civilização “egoistica” para a nova Civilização ‘Cristica'”, Diz um seguidor.

A técnica usada por Célio Evangelista é a mesma utilizada pelos grandes gurus que levaram pessoas a criar comunidades isoladas aguardando um disco voador ou a cometer suicídio coletivo.

Basicamente eles dizem exatamente o que as pessoas desejam ouvir, misturam algumas grandes verdade incontestáveis com grandes mentiras.

Se Célio hoje resolvesse criar uma comunidade no interior do SERTÃO, dizendo que ali seria o renascimento do novo BRASIL  – o que não é impossível de acontecer – com toda certeza seria acompanhado de algumas milhares de pessoas, que o enxergam como o verdadeiro escolhido para livrar o Brasil do comunismo.

Célio seria um tipo de “Antônio Conselheiro” do século XXI. Ele é um líder carismático que preenche, na mente de seus seguidores, as lacunas, que existem na classe dirigente atual. Na época de Canudos o Brasil vivia tempos conturbados, o Brasil hoje vive tempos conturbados, de desilusão em relação a classe política. Célio fala palavras difíceis, ininteligíveis para muitos de seus seguidores. Para muitos isso é demonstração de cultura, portanto, capacidade de ensinar, administrar. Célio se apresenta como jurista e diz que criou a Constituição de 1988, isso cria na mente de seus seguidores um currículo, há algo que já foi construído por ele. Célio fala de DEUS, algo que é evitado pela classe política no comando e que cria uma barreira contra a contestação.

A maioria dos seguidores de Célio Evangelista aparentemente têm mais de 60 anos, mas é possível encontrar pessoas mais jovens. Seu site é esse: http://comandodaintervencao.org/

Não podemos deixar de nos remeter ao tipo ideal de líder carismático definido por Max Weber. É evidente nesse caso a adesão irracional que o dominados devotam a Célio, são submissos e mesmo que não compreendam muito bem o processo de “tomada do poder”, se mantém sob suas ordens, afinal, ele é um “delegado dos céus”, e as coisas de DEUS nem sempre são entendidas pelos humanos.

Veja: O BÔNUS INTERVENÇÃO vendido por Célio EVANGELISTA

Para WEBER a dominação carismática ocorre… “em virtude da devoção afetiva à pessoa do senhor e a seus dotes sobrenaturais (carisma) e, particularmente: a faculdades mágicas, revelações ou heroísmos, poder intelectual ou de oratória”

O idoso protocola documentos em vários órgãos públicos e usa as cópias, com os carimbos das instituições como se fossem provas de que seus pedidos foram endossados pelas mesmas. Célio vende também um BÔNUS da Intervenção, diz que o dinheiro será usado para fazer a intervenção constitucional no país.

Uma seguidora essa semana compôs um hino em homenagem a Célio Evangelista. Na letra conta que ele é o escolhido de DEUS para livrar o Brasil das mãos do diabo.

Célio – fardado com um uniforme camuflado do Exército Brasileiro – convida seus seguidores para a posse que se dará nesse 29 de dezembro de 2017 as 14 horas em Brasília.

“brasileiras e brasileiros, chegou o dia. Estou convidando a todos para a posse do povo dia 29 na concha do Quartel General em Brasília. A partir do meio dia o pessoal já pode estar chegando lá… vai ser uma cerimônia…”

Em tempo: Esse site fez uma postagem inteligente / obviamente sarcástica / irônica / brincadeira sobre a suposta POSSE DE CÉLIO EVANGELISTA. O discurso mencionado foi feito no conhecido GERADOR DE LERO LERO. O mais curioso é que tem sido usada como prova de que o mesmo assumiu o governo, o próprio Célio a cita em seu site FUZIL LITERÁRIO

Veja: O BÔNUS INTERVENÇÃO vendido por Célio EVANGELISTA

Observatório da Rede – Com material de vários sites e pesquisa própria.

Compartilhe

Jornalista Belga abre o jogo sobre ataques a BOLSONARO e confirma que é tudo verdade.

Eu seu blog no medialpart o jornalista e cineasta Jawad Rhalib confirma a veracidade das informações e diz que tem a obrigação de preservar a fonte, que nesse caso é o nome de quem gravou a jornalista de O Estado de São Paulo

Tradução do texto postado pelo jornalista repudiando acusações de que foi uma reportagem falsa. Lembrando que ele colocou os áudios a disposição do púbico. em https://blogs.mediapart.fr

” Constança Rezende, como muitos jornalistas infelizmente, estão hoje a serviço de empresas de “difusão” da informação, cujo leitor, o telespectador é um produto simples, vendido aos anunciantes em busca de clientes. “Tempo do cérebro humano disponível”, nas palavras formulados em 2004 por Patrick Le Lay, então CEO da TF1 que estava vendendo, ele disse, a Coca-Cola “tempo cérebro humano.”

Nestes últimos dois dias, aproveitei para ler as reações um do outro. Muita informação falsa sobre o assunto, muitas fantasias. Eu nunca mencionei os nomes das pessoas que colaboraram comigo. Isso é chamado de “proteção de fonte”, de todas as pessoas que contribuem diretamente para a coleta, escrita, produção ou disseminação de informações, através de um meio, para o benefício do público.

Meu blog não envolve a responsabilidade editorial e legal da Mediapart, que me oferece um espaço de informação, debates, trocas e discussões, respeitoso da liberdade de expressão. A Mediapart disse no Twitter que a informação publicada em seu site era falsa, eu os convido a perguntar, a cavar como costumam fazer, antes de fazer tal julgamento, questionar nossa investigação e nossa integridade. Como eles podem alegar que minhas informações ou fontes são falsas quando não têm informações? Eles têm o direito de expressar sua solidariedade para com o jornalista em questão, mas não de questionar meu profissionalismo ou o da minha equipe. Isto acontece porque o artigo é, neste caso, favorecendo o Bolsonaro…

Alguns meios de comunicação brasileiros me acusam de publicar informações falsas, convido-os a perguntar com os interessados. Pessoalmente, eu apenas informei o público. Eu sou tão livre quanto Constança Rezende para publicar minha investigação com base em fatos reais e verificados, bem como em evidências físicas, como gravações de áudio. Eu não esperava esse aumento da mídia na twittosfera, mas isso prova que, todos os dias, o público forma opiniões, opiniões, pontos de vista, preconceitos, sobre seus parentes, vizinhos, sobre produtos vendidos. no supermercado, na política, na ecologia, religiões … no que lhe diz respeito de perto ou de longe. Em suma, podemos dizer facilmente que os jornalistas estão em toda parte à nossa volta. “

links  – https://www.sociedademilitar.com.br/wp/2019/03/urgente-ha-um-plano-para-derrubar-jair-bolsonaro-diz-washington-times.html

Terça Livre – https://www.tercalivre.com.br/urgente-jawad-rhalib-que-denunciou-constanca-se-manifesta-e-reafirma-a-veracidade-de-sua-materia/

https://blogs.mediapart.fr/jawad-rhalib/blog/120319/soyons-clairs

observatório da Rede

Compartilhe

O antagonista faz a mesma coisa que acusa Bolsonaro e Terça-livre de fazerem

Notem como o ANTAGONISTA para atrair a atenção e levar pessoas até o site  – utilizando frase isolada – tenta associar a MORTE de MARIELLE à queima de ARQUIVO. Implicitamente está dizendo “Marielle pode ter morrido por que sabia muito… ”.

A frase do policial foi usada pelo O Antagonista totalmente fora de contexto. Delegado se referia ao tiro que atingiu um dos acusados.

O antagonista faz a mesma coisa que acusa Bolsonaro e Terça-livre de fazerem – utilizar frases isoladas para “sensacionalizar” a coisa.

Compartilhe

Ameaçada de MORTE, Tiburi fugiu para a frança / Ninguém fugiu ainda para Cuba…

“A direita no BRASIL é realmente perigosíssima e tem provocado um verdadeiro êxodo”, isso é o que alega parte da esquerda que tem condições financeiras para se estabelecer em paraísos capitalistas, como Nova York e Paris.

Depois de Jean Wyllys quem foi agora foi a ex-candidata do PT ao governo do RIO, a professora Márcia Tiburi.

Eu amo o meu país, nunca pensei em sair do Brasil na minha vida, é muito triste e difícil ter que sair do meu país por não me sentir segura e não poder fazer mais o meu trabalho.” diz a filosofa.

Tiburi está nos EUA a convite de uma universidade e depois deve se estabelecer em PARIS junto de seu marido, que é juiz no RIO e pediu uma licença de 2 anos.

Ninguém fugiu ainda para Cuba, Venezuela ou Coreia do Norte

Observatório da Rede

Compartilhe

Querem derrubar o MITO. Mentiras e corporativismo covarde contra BOLSONARO

Até o ANTAGONISTA aderiu ao corporativismo sujo para atacar JAIR BOLSONARO e o site Terça-Livre. O tal terça- livre irrita primeiramente porque não tem em seus “quadros” nenhum jornalista que trabalhou na grande mídia e foi construído artesanalmente por um grupo de pessoas que acreditava que a verdade precisava ser revelada.

Observatório da Rede não conhece ninguém do terça-livre e muito menos J.Bolsonaro. Mas, não podemos deixar de observar e comentar o que está acontecendo.

1 – Jornalista e cineasta francês – bastante conhecido – JAWAD RHALIB decide pesquisar partidarismo da imprensa brasileira.

2 – Pede a assessor para entrar em contacto com jornalista de o Estado de São Paulo

3 – Jornalista brasileira dá depoimento por telefone, o depoimento é gravado.

4 – JAWAD RHALIB posta críticas no BLOG, diz que imprensa brasileira e jornalista usa de termos duos para se referir às ações da mídia brasileira

“… A conversa registrada entre minha “aluna” e Constança Rezende, do Estado de São Paulo, revela que a real motivação por trás da cobertura negativa da mídia é a de “arruinar” o presidente Jair Bolsonaro e provocar sua demissão. Este estudo de caso de como a mídia brasileira partidária lida com as notícias revela que elas não estão interessadas nos fatos reais, mas simplesmente usam histórias negativas, muitas vezes inventadas, sobre a família do Presidente Bolsonaro, que por sua vez eleito democraticamente.”

5 – O Jornal Washington Times, que tem tiragem de 100 mil exemplares diários, publica nota dizendo que a imprensa “progressista” brasileira faz no BRASIL a mesma coisa que faz contra TRUMP nos Estados Unidos.

“não deveria ser uma surpresa para ninguém as profundidades que os ‘progressistas’ irão em qualquer país para atacar líderes que ameaçam seu poder. Conservadores estão lutando contra a mídia, sistemas de educação, agências governamentais e o crime organizado.” Diz o jornal norte americano Washington Times…”

6 – No Brasil site Sociedade Militar publica nota com base no texto do Washington Times

7 – No Brasil site Terça-livre publica nota com base no texto de Jawab Rhalib no portal MEdiapart

8 – Antagonista ataca terça-livre dizendo que postagem é FAKE e que site de RHALIB é pequeno. Antagonsta não ataca Revista Sociedade Militar porque site militar usou texto do Whashington Times.

9 –  Estado de São Paulo disse que a gravação realmente existiu mas discorda de tradução do terça-livre.

10 – Medialpart diz que postagem é fake e ao mesmo tempo diz que não se responsabiliza pelo que esta escrito nos blogs. Mas se não se responsabiliza como pode afirmar que é FAKE já que as gravações existem?

11 – Mediapart DELETA blog do jornalista e cineasta JAWAD RHALIB.

12 – Imprensa brasileira diz que BOLSONARO espalha fake com base em postagem falsa.

13 – A coisa vai parar no JORNAL NACIONAL muito mal explicada.

Observatório da REDE

Compartilhe
1 2 3 14