BOLSONARO é ajudado por GENERAIS e põe em prática ESTRATÉGIA avassaladora

BOLSONARO é ajudado por GENERAIS e põe em prática ESTRATÉGIA avassaladora

Com vários militares em sua equipe, o deputado JAIR BOLSONARO prepara uma estratégia avassaladora para o início do próximo ano. O “centro nervoso” do aparato político-estratégico do deputado e pré-candidato a presidente do Brasil fica no RIO DE JANEIRO.

A conquista de território começou pelas redes sociais, mas já está nas ruas. O número de votos conquistados por Flávio BOLSONARO nas eleições para a prefeitura do RIO, praticamente sem investimento em campanha, é um claro sinal de que os gráficos são favoráveis para os conservadores, de direita ou simplesmente pró-família.

Flávio BOLSONARO é o intelectual da família, ele tem distribuído artigos e discursos no sentido de conscientizar a população carioca acerca dos perigos da chamada “esquerdização” da sociedade e com isso o número de soldados de seu exército aumenta exponencialmente dia após dia. Seus últimos artigos no JORNAL NAÇÃO, publicação de direita veiculada principalmente no RIO, mostram que o exército dos BOLSONARO intensifica os ataques em defesa da família e conservadorismo.

Uma diferença marcante entre simpatizantes dos BOLSONARO e os chamados militantes ou cabos eleitorais de políticos como FREIXO e JANDIRA é o desinteresse que possuem de conquistar recompensas como cargos, assessorias, sanduíches de mortadela, notinhas de 50 reais ou mesmo o simples asfaltamento de uma rua. A militância da direita visa idéias muito mais abrangentes, geralmente em nível Brasil, como a menor intromissão do estado na economia e educação, por exemplo.

Quem acompanha os movimentos dos militares sabe que apesar de estar preparados para uma ação armada em nível nacional, só o farão em último caso. Seus discursos apontam para a busca de uma solução pacífica até o último minuto em que isso puder ser feito.

Tudo indica que os “estrelas” resolveram cooperar de forma sutil com a campanha de BOLSONARO. Durante as últimas duas semanas percebeu-se uma mudança significativa nos discursos de oficiais generais das Força Armadas Brasileiras. Os militares têm usado canais como a revista Sociedade Militar, redes sociais oficiais e até o BLOG do Exército Brasileiro para se expressar. Os discursos, dada a semelhança que possuem com aquilo que BOLSONARO tem propalado nos últimos meses, poderiam facilmente sair de sua boca.

A esquerda sabe muito bem que Exército, Marinha e Aeronáutica estão entre as instituições com maior credibilidade no país. Sabem também que na medida em que for percebido que JAIR BOLSONARO possui o apoio das FA será praticamente impossível que este perca as eleições de 2018. Não tarda o início de campanha reclamatória/difamatória no sentido de calar os comandantes, acusando-os de tentar interferir na política, principalmente direcionada ao General Eduardo VILLAS BÔAS, o que mais utiliza as redes sociais. Contudo, oficiais GENERAIS na reserva, como Heleno e Santa Rosa, que ainda tem enorme influência sobre a tropa, podem se expressar livremente e se o fizerem podem finalizar de vez os adversários do capitão JAIR BOLSONARO.

A coisa está esquentando e o OBSERVATÓRIO está de OLHO.

Observatório da REDE