Brasil do séc. XXI. “MESSIAS” da INTERVENÇÃO carregam milhares de pessoas com suas loucas idéias.

Brasil do séc. XXI. “MESSIAS” da INTERVENÇÃO carregam milhares de pessoas com suas loucas idéias.

Quem é um pouco mais jovem e viu na TV as recentes notícias sobre a morte do louco fanático homicida Charles Manson se assustou com a informação de que ele conseguia seguidores para executar seus planos diabólicos..

Todavia, isso não é coisa do passado, sempre existirá na humanidade pessoas que tendem a seguir cegamente esses líderes insanos com propostas completamente loucas. Muitos se lembram de outros loucos que arregimentaram verdadeiros exércitos, como Jim Jones e Adolf Hitler

A técnica quase sempre é a mesma, mistura-se estatísticas verdadeiras com propostas apaixonadas, soluções simplistas para os problemas atuais, a invariável promessa de fazer de cada seguidor um protagonista importante da necessária mudança para o mundo paradisíaco, uma espécie de braço direito do pretenso salvador da pátria e, talvez o ponto mais importante, um inimigo comum a ser combatido de forma apaixonada.

A Revista Militar publicou faz algum tempo nota alertando sobre esse louco varrido.

https://www.sociedademilitar.com.br/wp/2017/10/bonus-intervencao-isso-nao-existe.html

“tenho contato com todos os oficiais do Exército…”, “Estou anunciando uma reação dentro do Exército”, diz o louco. Diz também que tem “638 chacais” dentro das penitenciárias, prontos para agir rapidamente. Célio Evangelista já ofereceu também anistia antecipada para a presidente do STF porque está ainda não o declarou como presidente do Brasil.

É cômico e trágico ao mesmo tempo que isso ocorra no Brasil em pleno sec.XXI. Esse homem, idoso, além de publicar vídeos e propostas completamente loucas, diz que é o responsável pelo mau que aflige o comandante do Exército e desde o falecido governo DILMA já alardeia por aí que assumiu a presidência do Brasil. Infelizmente o número de pessoas que o segue é além do que seria de esperar em um país esclarecido. 

Observatório da REDE